Sleeping with other people

SWOP 6-10-14-938.CR2

Por que eu detestei tanto esse Sleeping with other people? Eu poderia listar várias coisas que me incomodaram no filme, mas prefiro ficar com apenas uma: eu não senti que houve filme. Isso acontece muito. É uma tristeza. Eu sei que tenho dedo podre para escolher o que assistir. Eu vejo a sinopse, o cartaz, os atores e diretor e sei que a chance de o produto final ser bom é muito pequena, mas mesmo assim eu insisto e penso “vai que eu tenho uma boa surpresa?”. Quase nunca acontece. Por causa de uma ou outra bola dentro em anos, eu continuo com essa política masoquista.

A diretora aqui é Leslye Headland, a mesma de Quatro amigas e um casamento, de que não gostei. Os atores são Alison Brie, que eu adorei em Mad Men, e Jason Sudeikis, que eu só conhecia de vista. A sinopse é a seguinte: um homem que não consegue manter um relacionamento, e que prefere apenas transar sem compromisso, e uma mulher que vive obcecada por um sujeito que claramente não tem o menor respeito por ela estão em Sleeping with other people para formar um par inusitado. Os dois se reencontram – vale dizer que eles perderam a virgindade um com outro e nunca mais se viram – e resolvem viver uma relação platônica na tentativa de ajudar um ao outro em seus problemas amorosos e sexuais.

Pois é, eu deveria ter deixado para lá e ter aproveitado melhor essas quase duas horas, mas o meu comprometimento com comédias românticas não me permitiu. Até posso deixar a impressão errada e parecer raivosa quando digo que não houve filme, mas Sleeping with… não me deixou com raiva. Só fiquei desanimada com filmes comerciais que poderiam ser uma boa experiência e acabam apenas frustrantes.

Lainey (Brie) e Jake (Sudeikis) não têm química, não conseguem divertir e não parecem duas pessoas que precisam de ajuda. O filme tenta em alguns momentos atribuir aos dois certa introspecção, naquelas de sou-mais-profundo-do-que-apenas-uma-comédia-bobinha, e isso não chega nem perto de convencer.  Quando Jake explica para Amanda Peet (faz De repente é amor 2, Amanda, por favor!) por que não consegue manter nenhum relacionamento amoroso, a coisa vai de sofrível a constrangedora muito rapidamente. Qual a necessidade dessa falsa profundidade, hein? O público gosta de comédias românticas – é só deixar tudo redondinho e investir no casal que a gente sai shippando, poxa: deixa a análise dos relacionamentos contemporâneos para uma outra produção que esteja mais disposta a ver o tema com profundidade.

sleeping

Mas, para não dizer que o filme não tem nenhum ponto interessante: esse conceito de relacionamento platônico e sem sexo poderia ter levado a história a algum lugar, porque o assunto sexo é central para o casal principal, mas o filme parece mais interessado em tentar seduzir o espectador com umas sacadas bobinhas e pretensamente sensuais – tipo a cena péssima, que era pra ser sexy, em que Jake ensina Lainey a se masturbar usando um pote de vidro como modelo vaginal. De novo: por que esse falso interesse em um tema sério se tudo o que vocês querem fazer é mostrar a Alison Brie transando de sutiã?

Assim, mesmo com todo este tratamento “moderno” de relacionamento amoroso, o filme acaba sendo muito careta. Toda a discussão sobre pessoas que não conseguem se comprometer ou que têm obsessão por um parceiro abusivo acaba se apagando quando o final é aquele mesmo de sempre. Só faltou a igreja.

Não vejo problema em um filme querer ser como tantos outros que existem por aí. Sou a primeira a louvar comédias românticas bobinhas, contanto que sejam carismáticas. Só que faltou muito arroz com feijão para Sleeping with… ser uma comédia romântica leve, despretensiosa e divertida, e, ao mesmo tempo, faltou muito whey protein para que conseguisse discutir qualquer assunto importante, como amor ou sexo.

Anúncios

2 comentários sobre “Sleeping with other people

  1. Stan disse:

    Achei o filme mediano, acho que a Amanda Peet não precisava estar nesse filme, podiam ter colocado a Lake Bell no lugar rsrs, Amanda merece coisa melhor mesmo, tipo ‘de repente é amor 2’ como você mencionou.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s